Casa Civil deve ser incluída em pacote de secretarias estaduais extintas

0
4

A Secretaria de Estado da Casa Civil deve ser incluída na reforma administrativa, em fase final de elaboração por parte do Governo de Mato Grosso do Sul. A mudança determinaria a saída do atual chefe da pasta, Sérgio de Paula.

O governador, Reinaldo Azambuja (PSDB), é quem deve dar a palavra final sobre a extinção da pasta, o que ainda está sendo discutido internamente. Fontes do governo consideram como “quase certa” a saída do secretário.

Até o momento, o governo confirmou que as secretarias de Habitação e Agricultura Familiar serão extintas. Neste caso, elas serão fundidas às pastas de Infraestrutura e de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, respectivamente – confirmando-se mais esta mudança, o número total de pastas do Executivo passa de 13 para 10.

A princípio, a informação é de que Sérgio de Paula deixa o governo para se dedicar integralmente ao trabalho no diretório estadual do PSDB. A cúpula do Executivo, como tem feito em outros dias, está reunida na tarde desta quinta-feira (16) para discutir os detalhes finais da reforma.

Conforme o Campo Grande News adiantou nesta manhã, o governo convocou a imprensa para, na próxima segunda-feira (20), dar detalhes da reforma a ser implantada no Executivo Estadual. Além do próprio governador, o secretário de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, é quem explicarão os projetos, que serão apresentados no dia seguinte aos deputados estaduais. (CGNews)

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here